domingo, outubro 09, 2005

Infernal Affairs



Hong Kong, 2002, 100Min.
Página Oficial - Trailer - Fotos 1 2 3 4

"Infiltrados" (Infernal Affairs), o primeiro episódio da aclamada trilogia de Andrew Lau e Alan Mak, centra-se num absorvente jogo do “gato e do rato” e segue as perseguições de Yan e Ming através de uma complexa rede de perigos e embustes, onde a polícia e as tríades tentam encontrar e eliminar os “toupeiras” da facção oposta.

Sinopse: Yan (Tony Leung), é um elemento das forças policiais, que se infiltra numa tríade e lá permanece durante vários anos, mas os criminosos recorrem ao mesmo estratagema e conseguem inserir um dos seus membros, Ming (Andy Lau) na polícia. Os dois protagonistas encontram-se assim numa encruzilhada de difícil saída, deparando-se com conturbadas crises existenciais e um constante questionamento dos seus modelos de vida. No final só poderá haver um...


Crítica: O ponto de partida de "Infiltrados" poderia ter servido para mais um espectáculo exibicionista com uma mirabolante sucessão de cenas de acção e altas doses de pirotecnia, contendo tanto de megalómano como de inócuo.

No entanto, a dupla de realizadores desvia-se de territórios mais previsíveis e oferece uma envolvente mistura de drama intimista e thriller claustrofóbico, que, ao contrário de muitos “filmes de acção” actuais, revela um esforço significativo no desenvolvimento das personagens e no estudo dos seus conflitos interiores. Junte-se a isto um arrojado estilo visual e uma não menos viciante banda-sonora e estão reunidas as condições para uma experiência cinematográfica acima da média.

Para além de um vibrante thriller, "Infiltrados" é um bem conseguido estudo sobre a identidade, a confiança e a lealdade, auxiliado por um sólido núcleo de actores, um argumento inventivo, um ritmo escorreito, uma realização plena de nervo e intensidade e uma inebriante atmosfera soturna criada pela assombrosa fotografia de Christopher Doyle (capaz de traduzir a aspereza e melancolia urbanas através de fascinantes tons de cinzentos e azuis metálicos).

Classificação: 7/10

Gonçalo Sá


4 Comments:

Blogger Francisco Mendes said...

Fabuloso primeiro capítulo. As sequelas apesar de interessantes (q.b.) decresceram um pouco a qualidade da trilogia.

9:21 da manhã  
Blogger gonn1000 said...

Concordo, os outros dois episódios não estão ao nível deste.

2:19 da tarde  
Blogger Knoxville said...

Gostei deste Infernal Affairs mas não lhe achei, nem de perto, nem de longe como o melhor que vi daquelas paragens nos últimos tempos. É um bom filme de suspanse frenético (lá vem o remake americano) mas poderia ter sido muito mais.

De qualquer forma, um filme a ver, sem dúvida.

11:09 da tarde  
Blogger gonn1000 said...

Não é uma obra-prima, mas surpreende o suficiente...

1:33 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home