quarta-feira, março 01, 2006

Metropolis (Metoroporisu)


Japão, 2001, 110Min.

Página Oficial e Trailer - Fotos

Sinopse:
As máquinas criadas pelo homem tentam dominar o mundo, levando a uma eterna guerra entre o homem e a máquina. Os protagonistas são, porém, uma pequena menina que dá pelo nome de Tima e um rapaz que a ensina a estimar as coisas simples da vida, Kenichi. Várias circunstâncias induzem Tima a se tornar na líder dos robots de Metropolis, fazendo com estes se tornem a "raça" superior e dominante da cidade.

Crítica: Uma vez mais, o nome de Metropolis surge associado a uma magnífica produção cinematográfica. Este é mais um mergulho numa paisagem urbana futurista, mas bem diversa da versão de Fritz Lang ou da cidade que serve de poiso a um certo senhor de S no peito...


Trata-se da versão em animação há muito desejada de uma série de manga de Ozamu Tezuka, o pai do manga (com Tetsuan Atom, Kimba, etc.), trazida agora entre 10 a 20 imagens por segundo. E nada mais nada menos que pelas mãos dos mestres por direito próprio em manga e anime de Katsushiro Otomo (Akira, Perfect Blue) e Rintaru (Lodoss War OAV's, X/1999, Pet Shop of Horrors TV). Tendo em conta esta equipa de luxo, podemos sem dúvidas afirmar que este filme é um dos projectos mais ambiciosos da indústria do anime, superando sem esforço a da animação americana.
Tal como outras mega-produções ultimamente criadas, Metropolis é criado através do uso das mais recentes tecnologias de animação digital, misturando-as com desenho e animação tradicional, levando à criação de um nível de realidade "monstruoso".

Metropolis é de uma beleza estonteante, poderosa, misteriosa, mas, fazendo jus ao espírito de Tezuka, tem sobretudo coração. Como sempre, uma lição humanista subjaz mesmo as fantasias mais negativas. Apesar de não ter estreado em salas de cinema, é um filme indispensável para os amantes de anime, na linha de outros filmes igualmente geniais, dentro do género, como por exemplo, Princesa Mononoke do incontornável Hayao Miyazaki.

Fernando Ferreira

4 Comments:

Blogger xico said...

incrivel não teres citado o aplessed 2004 e o macross 0. dois dos melhores dos animes que abundam por aí no género do metropolis.

10:28 da tarde  
Blogger cine-asia said...

Obrigado pelos títulos que eferiste Xico. Eu como não entendo muito de anime, agradeço a tua contribuição.

Cumprimentos,

Sérgio Lopes

2:28 da tarde  
Anonymous Fernando Ferreira said...

Incrível porquê? O Metropolis é uma anime mais à moda antiga, os dois que referiste abusam do CG e isso não faz o meu género.

4:47 da manhã  
Anonymous Miguel Louro said...

1 film lindu e profundu...

FORXA E ABRAXU

11:20 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home