sábado, março 18, 2006

Princess Mononoke (Mononoke-Hime)

Japão, 1997, 134Min.

Página Oficial - Trailer - Fotos

Sinopse: Japão, Era Muromachi onde os homens ainda conviviam com feras e deuses. Mas a paz só durou até o dia em que um terrível "demónio" possuiu o corpo do Deus Javali, que vivia na floresta Shishi. Possuído pelo "demónio" este "Deus" dirige-se para a aldeia dos Emishi, um nobre povo, onde vive um jovem principe de nome Ashitaka, e que se encarregaria de eliminar o terrível Deus Javali (um Tatara Gami, ou Deus da Maldição).

Amaldiçoado, Ashitaka decide abandonar o seu povo, e segue em busca da cura para o seu problema. É aqui no meio da sua viagem que encontra um povo que se dedicava à extracçao de ferro e que travavam uma grande batalha contra os deuses-animais. Do lado dos deuses-animais estava San, uma jovem que foi adotada e criada por uma tribo de lobas deusas. O seu ódio pelos humanos de que querem destruir a floresta dos deuses é tão grande, que ela acaba por esquecer que ela também é humana. Mas depois de conhecer o jovem príncipe Ashitaka, a história muda...

Crítica: Inspirando-se nas tradições e lendas japonesas (os duendes kodama habitantes da floresta), Miyazaki conseguiu criar uma "sociedade" habitada por deuses e criaturas, onde a floresta faz o papel de Olimpo (morada dos deuses na Grécia). Mas nem só dessas tradições Miayzaki recorre, senão vejemos o caso da "Princesa Mononoke", uma jovem criada por lobos e de educação muito primitiva, estas situações encontramos em algumas obras literárias ocidentais como por exemplo a história latina de Rómulo e Remo e o L'enfant sauvage de François Truffaut.

Mononoke Hime é um anime simplesmente impressionante, podendo ser considerado como um dos melhores animes versão longa-metragem de toda a história da animação japonesa. Não importa o que se diga ou se escreva sobre este filme, o que importa é vê-lo. Mononoke Hime, que traduzido literalmente para português significa A Princessa Mononoke. Mas o que é curioso neste titulo é o uso da palavra Mononke que para os japoneses é utilizado para descrever qualquer coisa de estranho, como por exemplo desaparecimento de objectos ou num estado mais extremo as possessões malignas. Apesar de o título ter sido escolhido para atrair uma maior atenção do público japonês e mais tarde o ocidental, Mononoke Hime não deixa de ser uma obra de arte animada, com uma história bonita e graficamente atraente. Mas porquê tantos elogios?

Hayao Miyazaki e os estúdios Ghibli, são dos nomes mais conhecidos da animação japonesa fora do seus país. Depois de ter mostrado ao mundo este filme e obras anteriores como por exemplo Porco Rosso, Tonari no Totoro ou mesmo Nausicaa, é reconhecido na última edição da Academia dos Oscares por outro filme de nome "A viagem de Chihiro", titulo na versão portuguesa, e que mais uma vez foi sucesso mundial.

Com um tratamento muito detalhista, onde a mistura da animação convencional e as novas tecnologias de animação (CG) se vão desenrolando a ponto de não sabermos o que é uma e outra a não ser que estejamos muito por dentro deste tipo de animação.

O que se destaca em Mononoke Hime e em quase todos os trabalhos de Miyazaki é a visão ecologista do mundo e a sua mensagem, onde o seu ponto de vista é muito mais do que a simples expressão "Não destrua a natureza". A história também faz nos questionar sobre o "futuro" da natureza, isto é se está correcto destruirmos a natureza para evoluirmos tecnologicamente ou se por contrário devemos preservá-la. Mas Miyazaki não quer tomar parte de nenhum dos caminhos e remete-nos para nós a busca dessa resposta, cabendo a nós decidir-mos qual o "caminho" porque optamos. O Homem ou os deuses-animais?

Outra nota de curiosidade deste filme Mononoke Hime é a edição dobrada e legendada que foi "criada" para o ocidente, isto porque o guião foi reescrito. Foram feitas algumas mudanças que ficaram a cargo de Neil Gaimen (o mesmo escritor de Sandman), mudanças essas que foram apenas adaptadas para que os ocidentais pudessem entender melhor, isto porque o filme está repleta de referências ao folclore japonês. Não existem cortes em nenhuma cena, devido ao acordo entre os Estúdios Ghibli e Buena Vista Internacional, uma empresa da Disney.

Assim, Mononoke Hime é daqueles títulos que todas as pessoas devem ver e se não for pedir muito terem em casa para mostrar aos amigos que ainda não viram...

Fernando Ferreira

11 Comments:

Blogger Francisco Mendes said...

Uma das minhas animações predilectas. Miyasaki no seu melhor, com um sobrebo tratamento da fauna, flora e mitologia oriental.

12:58 da tarde  
Blogger cine-asia said...

Por acaso vi o Castelo Anadante cuja tua review postei aqui no cine-asia e não gostei muito do filme... Acho que anime não é o meu género, por isso, deixo outros criticarem (mais habilitados)...

1 grande abraço Francisco

Sérgio Lopes

1:38 da tarde  
Blogger ~*Vica*~ said...

O problema é encontrar estes filmes por aqui para assistir. Eu já tinha tentado comentar, mas não tinha conseguido. Muito bom este teu blog. Beijos.

1:23 da tarde  
Blogger Sara said...

É simples, simples...só baixar...adoro esse blog também. AMO.

3:26 da tarde  
Blogger cine-asia said...

Obrigado às duas meninas por passarem no cineasia e pelos rasgados elogios. Apareçam sempre! Beijinhos,

Sérgio Lopes

7:31 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Excelente Blog! E ótimo post! Mononoke Hime é o melhor de Miyazaki com toda certeza. Já vi Porco Rosso (Kurenai no Buta) e Meu vizinho Totorô (Tonari no Totoro), simplesmente deixa qualquer um de boca aberta. Pena que aqui no Brasil estes outros títulos não tenham emplacado muito. Parece-me que aí em Portugal a coisa é diferente... (Takeshi Ishii - hak_hap@hotmail.com)

11:25 da tarde  
Blogger cine-asia said...

Takeshi: Eu não sou muito apreciador de anime ou manga mas o Fernando Ferreira é um entendido na matéria. Gostas tb desse género? Já agora tens algum blogue?

Obrigado por teres passado no cineasia!

Abraço

Sérgio Lopes

10:40 da tarde  
Anonymous Miguel Louro said...

bom nao val a pena dizer u quão bom é xte filme... vou é falar sobre us direitos deste filme em portugal... é crime u q a LNK fez km este filme... n temux a versão original apenas 1a versão dobrada em ingles... é 1a vergonha... a melhr obra-prima d hayao miyazaki (n eskecendu NAUSICAA)... esperu k a NEW AGE (k tem us direitos das obras de miyazaki) distribua este filme na versão original...

1:27 da tarde  
Anonymous Bia said...

Muitos parabéns pelo blog adorei, embora nunca tenha feito comentarios sou visita assidua.
Bjs

11:41 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Maravilhoso!

As informações aqui postadas são muito boas.

Miyazaki realmente é um verdadeiro mago que sempre nos impreciona.

Parabens pelo blog

Robinson - SP - Br

5:02 da manhã  
Blogger juju said...

Muito bom esse filme, eu achei legendado no animalog e nesse Blog: http://mundoanime1213.blogspot.com/
para aqueles que estejam interessados.
bjs, adorei o seu Blog.

1:32 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home