terça-feira, maio 23, 2006

FINAL FANTASY VII – ADVENT CHILDREN

Japão, 2004, 101Min.

Página Oficial - Trailer - Fotos

Sinopse: Advent Children começa dois anos após o término do jogo que lhe deu origem. A Shinra Inc., uma poderosa empresa, está a acabar com o planeta devido às suas explorações. O lendário guerreiro da força de elite SOLDIER, Sephiroth, descobre provir de uma experiência genética, e decide acabar com a terra invocando um meteoro. Porém, Cloud, um ex-SOLDIER, e os seus companheiros impedem o apocalíptico meteoro, sepultando Sephiroth após várias batalhas.
Crítica: Baseado numa das franquias mais conhecidas e lucrativas do mundo dos videojogos, Final Fantasy foi lançado em 2001 e ficou no limbo dos filmes esquecidos. Teve um trabalho gráfico primoroso, mas falha em vários outros aspectos, principalmente no argumento. Talvez o facto mais contundente para o esquecimento do filme foi o de se afastar da história do jogo de computador. Pensando nisso, ou não, a Square-Enix fez uma nova investida no grande écrân, dessa vez restrita á sétima edição, a mais famosa da série. Daí a explicação para o título.

Novamente, a primazia gráfica da Square é o maior destaque. Os personagens não ficaram tão realistas como no outro filme, porém os seus movimentos são bem mais conseguidos. Elementos naturais, como a água por exemplo, estão muito bem reproduzidos, assim como a iluminação. Outro ponto forte são as sequências de acção, que aliàs são numerosas, pois estão bem coreografadas e numa velocidade incrível, com destaque para a luta contra Bahamut, um dragão gigante, e para perseguição de motos num túnel. Portanto esqueça as leis da física e aproveite.

O grande erro do filme foi mesmo o argumento. A trama já é bastante complicada por se tratar de um complexo jogo de computador, e isso não foi simplificado. É praticamente impossível entendê-lo sem saber da história ou sem ter jogado. Prova disso é a explicação para a personagem que aparece no final, importantíssima para compreensão total do enredo, mas as respostas estão apenas no jogo. Outro exemplo são os amigos de Cloud, que surgem do nada no meio do filme, evidente que para ajudá-lo, mas sem maiores explicações.

Talvez Advent Children tenha sido parte de uma estratégia da produtora para aprovar um remake para o nova consola da Sony, Playstation 3, tendo como público alvo os jogadores da série, o que é um lamentável erro de marketing. Pessoalmente gostei do filme, pois já sou veterano nos videojogos da série Final Fantasy, porém é uma pena que seja apenas um entretenimento, uma bela película para os olhos, mas que deixa o telespectador leigo, aquele que desconhece maiores detalhes, perdido no enredo. É um deleite visual, mas peca em não fornecer mais que isso, não possui nada de extraordinário. Bonito, nada mais.

Classificação: 6/10

Marcus Vinicius

7 Comments:

Blogger Orion said...

Este filme é uma brutalidade.
É mesmo muito bom mas, como tu disseste, não vale a pena ser visionado por pessoas que não tenham posto as mãos no jogo.

4:00 da tarde  
Anonymous Ricardo said...

Este filme realmente é bombástico! O grafismo é de chorar por mais e aquela seuqência de luta contra o dragão gigantesco é d+! Orion deixa-me discordar do teu comentário em relação a que nao "pôs" as mãos no jogo... o jogo nunca me cativou, embora este filme o tenha feito. >3

7:06 da tarde  
Blogger cine-asia said...

Parece-me ser visualmente assombroso por imagens a que tive acesso, mas como nunca joguei o jogo tenho algum receio de não entender bem a história. MAs hei-de o ver seguramente...

7:25 da tarde  
Blogger Marcus Vinícius said...

O jogo é fantástico, leva-se em torno de 90 horas para termina-lo. Pra se ter uma idéia, a série vai para o 13º episódio, para Playstation 3.

10:41 da tarde  
Anonymous Luis Peres said...

Esperava algo bem pior. Apesar do enredo quase encriptado para quem não jogou o jogo, penso que o visual é realmente fantástico e só isso proporciona um bom entretenimento. Embora ache que é um daqueles filmes que basicamente ... tem porrada a mais.
Muita porrada.
O argumento quase inexistente parece ser quase uma coisa metida a martelo só para justificar a próxima sequencia de porrada em estilo "cool".
E notem que eu adorei o Final Fantasy VII jogo. Por isso esperava realmente muito mais no que toca á historia de uma versao filme e nesse ponto , este filme é uma verdadeira decepção.
As sequencias de acção são fantasticas mas depois de passar a primeira hora a ver o mesmo estilo de porrada mais porrada mais porrada do mesmo, sem qualquer desenvolvimento que interesse particularmente na história, cheguei ao fim do filme e já estava me borrifando para os personagens. A partir de certa altura deixei de sequer me preocupar e entrei na onda, decidindo-me apenas a curtir a pirotécnia visual.
Por isso para mim ha duas maneiras de dar classificação a este filme. Como historia, sequela etc, é uma nulidade e não tem própriamente grande interesse após a primeira meia hora.
Como espectaculo visual, 9 em 10 e só não leva nota máxima porque a partir do meio do filme todas as cenas de porrada parecem iguais e com estilo a mais e alma a menos.
Uma nota positiva tambem para a banda sonora que contém alguns momentos muito interessantes e atmosféricos ajudando a dar alguma personalidade aos personagens. Só é pena que esse elemento depois tenha sido jogado pela janela com o excesso de porradaria digital.
Por isso, quanto a mim é um bom filme para se juntar á coleção, mas depende do estado de espirito com que se olha para ele, pois pode ser um filme totalmente vazio (especialmente para quem não conhece a historia do jogo), mas ao mesmo tempo pode ser um excelente divertimento braindead para quem entrar no espirito.

10:14 da tarde  
Blogger blackout said...

sinto-me discordar de vc Luiz peres... Eo achei o filme simplesmente o maxímo... Eu só chei uma pena por que quem assistir só esse filme não entenderá quase nada da história... pois o filme não esplica muito sobre... mas apesar disso o filme é simplismente o maxímo... acho até que deveriam fazer mais filmes continuando a história!!!

1:18 da tarde  
Anonymous David said...

eu zerei o jogo duas vezes e achei o filme muito bom mesmo.
ate mesmo pra qm nunca jogou o jogo o filme é muito legal.
sem criticas.

7:43 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home