segunda-feira, fevereiro 26, 2007

Fantasporto - Destaque Dia 4

Os destaques do dia vão para duas obras clássicas, fora da competição oficial. Trata-se daquela que é considerada a obra-prima de Andrey Tarkovsky, a par de Stalker, sobre a vida do maior pintor russo de ícones, que viveu no séc. XV. O filme começou a ser rodado em 1966, sob o título de The Passion According to Andrey. Demorou três anos a produzir e foi estreado na União Soviética apenas em 1971, numa versão censurada, com o título Andrey Rublev. Em 1969 o filme foi autorizado a participar no Festival de Cannes onde ganhou o prémio FIPRESCI. A fama internacional de Andrey Tarkovsky como autor, estava consagrada, mas os seus problemas domésticos não cessaram. No seu filme Tarkovsky revive o turbulento período histórico do séc. XV com as suas lutas internas, as invasões dos tártaras. è uma oportunidade única de o visionar num grande écrân. Passa no pequeno auditório do RIVOLI, pelas 23h15min. legendado em inglês.
Duas horas antes inicia-se a trilogia das cores de Krzysztof Kieslowski , Trois Couleurs: Blanc, Urso de Prata do Festival de Cinema de Berlim, para a Melhor Realização. Carol um cabeleireiro polaco imigrado acaba de ser abandonado pela mulher que o acusa de impotência como razão para o divórcio. Só lhe resta regressar à sua terra natal para tentar recuperar a sua dignidade ofendida. Passa no pequeno auditório do RIVOLI, pelas 21h15min. legendado em português.
Sérgio Lopes

2 Comments:

Blogger Francisco Mendes said...

Como destaque do dia 4 também deverias ter mencionado "Den Brysomme mannen" de Jens Lien, que marcou presença no Grande Auditório pelas 23h15m. Excelente proposta de visionamento.

Abraço Sérgio.

8:44 da manhã  
Blogger cine-asia said...

Ok Francisco. Obrigado pela dica. Já li sobre ele no Pasmos Filtrados. Abraço!

9:23 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home