quarta-feira, janeiro 03, 2007

4º e 3ºs melhores de 2006 asiáticos

Continuando a subir na tabela dos 5 melhores filmes asiáticos do ano, aqui ficam o quarto e terceiro melhores de 2006:

4. The King and The Clown

Dois palhaços, que fazem espectáculos de rua, durante a dinastia Chosun, são capturados quando representam uma peça que satiriza o rei. São levados para o palácio e ameaçados de execução, a menos que consigam fazer o rei rir-se dessa mesma peça. Entretanto, o rei começa a sentir uma estranha atracção por um dos palhaços…

'The King and The Clown' é a escolha oficial da Coreia do Sul para concorrer aos óscares na categoria de melhor filme de língua estrangeira, em detrimento do mega sucesso de blheteira, The Host. Baseado em factos reais, o filme centra-se na amizade entre dois palhaços de rua e nas peripécias que sofrem para não serem executados às mãos do todo poderoso rei. Temas como a homossexualidade e os valores da amizade são tratados, numa película a lembrar a grandiosidade de outras obras como por exemplo Farewell My Concubine. A química entre os dois actores eleva o filme a uma fasquia muito elevada, na qual um argumento muito bem delineado e uma realização segura, fazem de 'The king and The Clown' um misto de drama histórico de época, com toques de comédia e alguma aventura. Um flme a reter.

3. A Bittersweet Life

Sun-Woo tem servido o seu patrão, presidente Kang, fidedignamente nos últimos 7 anos, sendo por isso o seu braço direito e gerente do seu hotel. Kang vem mantendo um caso amoroso com uma rapariga muito mais nova do que ele suspeitando que ela o anda a trair. Assim sendo, entrega a missão de descobrir a veracidade dos factos ao seu fiel colaborador, pedindo-lhe que não tenha misericórdia caso a traição seja real… A batalha que se irá despoletar vai ultrapassar os valores da honra, lealdade ou vingança…ultrapassando os limites do razoável.

De Kim Jee-Woon, só se poderia esperar algo de bom. Depois da comédia negra mordaz 'The Quiet Family' e do fabuloso exercício de terror pscológico 'A Tale Of Two Sisters', o realizador coreano volta a mudar de registo e cria o primeiro filme noir Coreano, A Bittersweet Life. O filme explora a temática da vingança, mas de forma muito original: excelentes cenas de acção (coreografadas ao estilo John Woo), intercaladas com momentos de narrativa lenta (mas visualmente soberbos) servidos por uma música clássica de fundo da autoria de… Chopin! As cores, vermelho e negro, são utilizadas de forma perfeita pelo realizador como forma de ilustrar o ambiente do filme. Estreado em Portugal em poucas salas de cinema e com um atraso de quase seis meses em relação ao previsto, A Bittersweet Life perdeu-se entre as inúmeras propostas apresentadas nos nossos cinemas a maior parte delas de duvidosa qualidade. É pena... mas resta o DVD para quem quiser apreciar mais uma excelente proposta vinda da Coreia do Sul.

Sérgio Lopes

1 Comments:

Blogger Tato said...

um amigo disse-me uma vez: "Ainda não viste Há Festa na Aldeia?!! que sorte..."

considero-me um sortudo por não ter visto e por ter a oportunidade de ver pela primeira vez "A Bittersweet Life"

Bom ano para todos!

8:23 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home